Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Olá! Sejam bem-vindos ao meu espaço. Aqui, posto minhas vivências relacionadas à educação. Sou Professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Trabalho na Rede Pública e procuro contribuir de uma forma eficaz para o desenvolvimento dos meus alunos. Gosto muito de ler e escrever. Sou graduada em Pedagogia e Letras. Sou apaixonada pela Educação e procuro sempre melhorá-la a partir de meus próprios atos. Entrem, fiquem à vontade. Podem copiar o que quiser, contanto que deem os devidos créditos. Pois, uma coisa que não suporto é plágio. Crescemos mais quando compartilhamos as coisas boas que possuímos. Sou apaixonada pelo que faço, por isso sou FELIZ! "A educação não é a preparação para a vida, é a própria vida." (John Dewey)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Matéria vencedora da Profª Zezinha Sousa ( PARABÉNS)

Criança e brinquedos, uma relação de amor e aprendizado



A necessidade da interação da criança com o brinquedo é tão intensa que é impossível imaginar um distante do outro.

Os brinquedos educativos, além de educar, estimulam o desenvolvimento da criança. A capacidade criativa dos pequenos diante de um brinquedo desses é impressionante, aos poucos as peças de um jogo de encaixe se transformam em robôs, prédios, trens, pessoas, as possibilidades são infinitas. A partir dos objetos montados pelas crianças o educador poderá criar pecinhas de teatro e explorar os conteúdos sistemáticos.

Ao comprar um brinquedo é importante considerar as características da criança em cada faixa etária.


De 0 a 3 meses, o ideal é oferecer a criança brinquedos coloridos, com movimentos e sons suaves.
De 3 a 8 meses, brinquedos que estimulem a ação de mastigar serão bem vindos nessa fase, importante para o desenvolvimento da dentição, eles também estimulam o tato.
De 8 a 15 meses, os blocos de encaixe já fazem sucesso, além disso, estimulam a motricidade da criança.
De 15 meses a 2 anos, são indicados os brinquedos que despertam a criatividade, desenvolvem o equilíbrio e a noção de tamanho e lateralidade.
De 03 a 05 anos os jogos irão desenvolver a memória e a noção de causa e conseqüência
De 5 a 7 anos, através dos brinquedos, a criança poderá desenvolver habilidades de leitura, enriquecimento do vocabulário, conhecimentos matemáticos, além de estimular a coordenação motora fina.
De 7 a 10 anos os jogos recreativos, que tenham como objetivo desenvolver a criatividade e o raciocínio lógico matemático são excelentes.

Observar uma criança brincando é uma forma segura de avaliar suas potencialidades e seu desenvolvimento psicomotor.

As crianças que não recebem motivação para brincar têm seu desenvolvimento cognitivo comprometido, sofrem bloqueios que irão prejudicá-las intensamente.


Através do brincar, a criança transmite a sua maneira de enxergar as pessoas, e o ambiente em que vive. Além de construir o mundo como ela gostaria que fosse.






 Maria José Oliveira de Sousa










Um comentário:

  1. Olá, Shamara, Obrigada por postar minha matéria aqui no seu espaço. Vc é um doce. Pode pegar o que vc quiser lá no meu cantinho.
    Bjos, minha linda!!!

    ResponderExcluir